Notícias do Fórum


29/3/08
Fórum vai combater corrupção

Jornal do Commercio [ Política ]

Para acompanhar de perto as ações dos gestores públicos neste ano de eleições municipais, o Ministério Público Federal (MPF), a Controladoria-Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas da União (TCU), além de outras 20 instituições, criaram ontem o Fórum Permanente de Combate à Corrupção em Pernambuco. Os órgãos irão atuar em duas frentes. Na primeira, as entidades passam a firmar parcerias com o objetivo de otimizar o trabalho, focando, especialmente, nos casos onde há desvios de recursos. Isso quer dizer que, a partir de agora, compartilham as informações que já consolidaram em seus bancos de dados sobre os processos que tramitam ou que já foram julgados para coibir a malversação de verbas públicas. Na segunda frente, o desafio é aproximar os órgãos da sociedade, estimulando a população a desempenhar o papel de "fiscal" do patrimônio público.

O procurador regional do Ministério Público Federal em Pernambuco, Fábio George Nóbrega, reconheceu que, mesmo com toda a dedicação dos procuradores, auditores e técnicos das instituições, "é impossível estar de olho no que ocorre em todos os municípios pernambucanos". "Este é um ano eleitoral, a gente fica mais preocupado porque, normalmente, é o período no qual há mais irregularidades. Temos que ficar atentos", frisou. Por isso, segundo ele, as pessoas precisam colaborar, atuando como "olheiros".

A participação popular será incentivada por meio de palestras, oficinas e audiências públicas, ministradas pelo fórum nas cidades. A estratégia é executar, de forma ampliada e conjunta, programas que já estão em andamento, como o Olho Vivo no Dinheiro Público, da CGU, e o Diálogos Públicos, do TCU. "O programa Olho Vivo capacita vereadores, líderes comunitários e agentes públicos a aplicarem corretamente o dinheiro, fiscalizando tudo", explicou Nóbrega. Neste sentido, a primeira visita do fórum ocorrerá no fim de maio ou no início de junho a uma cidade do Sertão. Os canais de comunicação com a opinião pública, por meio dos quais as denúncias serão enviadas, ainda estão sendo criados.

A coordenação do fórum será exercida de forma compartilhada, cada mês um órgão comandará as ações. O próximo encontro já está marcado, acontecerá no dia 25 de abril, na sede da Coordenadoria-Geral da União no Recife. Na ocasião, todos os bancos de dados organizados pelos órgãos envolvidos serão mostrados. Os técnicos também irão discutir as formas de cooperação. A reunião de ontem ocorreu na sede da Ministério Público Federal.


« Voltar para o índice de notícias