Notícias do Fórum


7/12/2008
Não à corrupção

Diario de Pernambuco [ Diario Político ]

As preocupações com o combate à corrupção ficarão mais evidentes nesta semana. Não só pela passagem do dia internacionalmente dedicado ao tema, terça-feira, dia 9, mas também pelo esforço de instituições públicas para agilizar o ingresso na Justiça de ações de improbidade administrativa no Brasil inteiro. O Ministério Público Federal, a Advocacia-Geral da União (AGU) e a Controladoria-Geral da União (CGU) vão criar uma força-tarefa, num esforço para tentar minimizar os estragos com o dinheiro público. São esperados, só em Pernambuco, mais de 30 processos.

No mesmo sentido, o Fórum Estadual Permanente de Combate à Corrupção, criado em abril por instituições federais e estaduais de fiscalização e controle, além de algumas com função executiva, vai promover um aulão para colocar o tema no centro das preocupações dos políticos, servidores públicos e todos os cidadãos. Durante todo o dia, ocorrerão palestras e seminários na Faculdade Maurício de Nassau, voltados para despertar uma cultura de fiscalização. O primeiro foco das atenções dos trabalhos será dirigido aos vereadores. A idéia é mostrar, de forma didática, os caminhos que estes representantes do povo podem percorrer para evitar que as prefeituras pisem em falso com o dinheiro do contribuinte.

A capacitação pretende mostrar que a iniciativa de um vereador já pode começar a trazer resultados significativos para conter irresponsabilidades. Se ao fiscalizar ele encontra indícios de erros num convênio com recursos federais, por exemplo, e comunica ao Ministério Público, à Polícia Federal ou a CGU, pode ajudar a conter a sangria nos cofres públicos. O mesmo acontece se os cidadãos e as entidades de fiscalização da sociedade também ficarem atentas. Mas tem ainda um ponto fundamental que é a articulação dos órgãos públicos, numa ação coordenada para evitar duplicidade de atuação e poder ter resultados mais efetivos. Tudo para evitar que a corrupção seja considerada normal e até institucionalizada.


« Voltar para o índice de notícias